Translate it!

A IMPORTANCIA DOS OLHOS NA CULTURA ARABE


A linguagem dos olhos na cultura árabe



Os países árabes do Oriente Médio têm algumas diferenças, mas uma coisa que eles têm em comum é a importância dos olhos em sua cultura.
Em comparação com a cultura ocidental, onde o contato visual é comum, mundano e trivial, na cultura árabe, é mais comunicativo e significativo.

No entanto, espera-se que as mulheres evitem muito contato visual com os homens, porque pode ser mal interpretado e confundido com flertes.
Este fato pode ter surgido das leis da sociedade que são rigorosas em relação ao contato visual entre os dois sexos. Além disso, contato visual contínuo é uma maneira de mostrar sinceridade e honestidade. Isso é semelhante ao ditado americano: "olhe nos meus olhos e diga". Isso vem da ideia de que os olhos dirão se a pessoa está mentindo ou dizendo a verdade.

A beleza dos olhos não é a cor, mas sim o olhar.
جمال العين ليس في اللون ،ولكن في النظرة
tradução de Hosam Awwad

Não só eles vêem os olhos como evidência para dizer a verdade ou não, os árabes também juram em seus olhos. Eles juram que estão dizendo a verdade ou que farão alguma coisa dizendo: وحياة عينك “wehyat ainak”, que significa “juro pela vida de seus olhos" (ou dos meus: wehyat ainy وحياة عيوني).

Eles chamam uns aos outros meus olhos como um termo de carinho para mostrar que a pessoa é tão valiosa quanto seus próprios olhos.

Os olhos são mencionados em canções onde os olhos são usados ​​para descrever a beleza, o mal, o poder e a alma de alguém.
Muitas músicas destacam a cor escura dos olhos. Eles especificam a menina por ter olhos castanhos ou negros, implicando beleza nos olhos dela e que é a razão pela qual eles a perseguem. A presença de canções sobre os olhos vem da poesia que intrinsecamente descreve os olhos, onde os poetas glorificam os olhos e os analisam, pela cor amendoada, escura e pelo tamanho das pupilas, como os olhos de um cervo.






Como na música acima, o cantor diz: "Isso é uma lua ou são seus olhos?" No mundo ocidental, sabe-se que os árabes têm olhos lindos e é por isso que eles são mencionados com frequência na poesia.

Os olhos são usados ​​também como forma de flertar.
Os olhos são a parte do corpo mais reveladora e são os mais expressivos ainda mais do que palavras e gestos. Um olhar específico pode indicar interesse, outro olhar pode indicar amor e outro pode indicar apreciação. Uma piscadela é muito expressiva no mundo árabe e cada um pode significar algo próprio: uma piscadela pode estar flertando, outra pode ser divertida ou implicar uma piada.


Não são apenas os olhos vistos como algo de beleza, mas eles também podem ser uma indicação do mal. Muitas vezes é escrito em livros e poesia que um vilão tinha o mal em seus olhos (Al Sharar biaynay الشرار بعينيه), ou fogo está saindo dos olhos de uma pessoa má. Além disso, enfatiza que os olhos identificam as intenções da pessoa.

O olho também é descrito como mal quando a inveja e o ódio de uma pessoa causam ao invejado ser prejudicado, estéril ou ter problemas de parto, problemas domésticos, acidentes, doenças ou desemprego.
Por essa razão, os árabes permanecem humildes e não se gabam de suas conquistas ou riqueza para evitar a inveja e o mau-olhado.

Eles também carregam ou colocam em suas casas um olho azul conhecido como “nazar”, que acredita-se que expele o mau olhado.

A linguagem dos olhos na cultura árabe

Amuletos Nazar para espantar mau olhado

 Do árabe نظر (nazar)
significa visão, vigilância, atenção 


NAZAR

 Apesar da noção do “mau olhado”, os olhos, em geral, dos povos árabes são considerados belos e é por isso que os olhos são intrinsecamente descritos na literatura, nos cantos e na poesia árabes. Dirigir-se ao seu amado como: “você é meus olhos” (ya ayouni) يا عيوني) é uma expressão comum.

Arabicess

Meu próximo post será algumas frases famosas árabes que falam sobre os olhos. Aguarde...

Cris Freitas
Emirados Arabes Unidos