Páginas

Translate it!

LÍNGUA ÁRABE; ALFABETO OU ABJAD? QUAL DOS DOIS É CORRETO FALAR?






O “alfabeto” árabe - o que é um abjad?


Muitas pessoas me perguntaram sobre aprender o “Alfabeto Árabe”, mas isso é realmente impossível. O árabe não tem alfabeto; tem um abjad.
A distinção é mais que técnica. Entender o que é um abjad e como ele difere de um alfabeto não apenas ajudará você a aprender a ler e escrever em árabe mais rápido, mas também a entender como o idioma inteiro funciona.

Um alfabeto é definido como um sistema de escrita no qual cada grafema (caractere escrito) representa um fonema (unidade de som). Exemplos comuns incluem romano, grego e cirílico.

Um abjad é definido como um sistema de escrita no qual as consoantes são marcadas principalmente e as vogais apenas secundariamente (e não necessariamente). Em termos simples, um abjad é um sistema de escrita composto de consoantes. As vogais podem ser marcadas por escrito, mas geralmente não são. Árabe e hebraico são os exemplos mais comuns de idiomas que usam abjads.

Se o Portgues fosse escrito com um abjad, ficaria assim: Vms prndr árb? Você provavelmente pode reconhecer a maioria das palavras aqui. Se você aprendesse portugues dessa maneira, seria muito mais difícil!
O abjad árabe consiste de 28 letras canônicas, três das quais representam vogais longas (ا alif, w waw e ي yeh). Os dois segundos destes podem funcionar consonantalmente como [w] e [j] respectivamente. Além destes três, nenhuma vogal é normalmente marcada nos escritos modernos. No Alcorão, no entanto, as vogais são fornecidas pela adição de diacríticos acima e abaixo das letras do abjad. Isso é chamado tashkīl. A adição de diacríticos de vogais é chamada de harakāt e forma uma porção de tashkīl. Sem esses diacríticos, é muito difícil para o aluno dizer como uma palavra deve ser pronunciada sem saber sua pronúncia.


O que isso significa para aprender árabe? Bem, duas coisas: 


O sistema de escrita e o vocabulário devem ser aprendidos em conjunto com o som.Compreender a morfologia abrirá a linguagem para você.No primeiro ponto, a melhor maneira de aprender a ler e escrever é praticar a leitura de palavras em conjunto com sua pronúncia. A leitura é de outro modo quase impossível no começo. Essa é uma das razões pelas quais combinamos texto e áudio com muito cuidado em todos os nossos vídeos e, particularmente, em nossas análises de vídeo, em que o áudio é apresentado em velocidades variáveis ​​para absorção e retenção máximas. Uma das coisas boas sobre isso é que você é livre para desenvolver sua pronúncia de vogais árabes sem tantos preconceitos do inglês, já que não há vogais para ler.
Se você for ensinado corretamente e prestar atenção a ele, quando começar a reconhecer mais palavras e suas pronúncias corretas, começará a desenvolver um sentido para as formas e mutações das palavras árabes. Toda a língua árabe é baseada em grupos de raízes consonantais - geralmente 3 consoantes agrupadas - que carregam uma esfera particular de significado. Mudar as vogais e adicionar outras letras de acordo com padrões regulares modifica a raiz em vários tipos de verbos, substantivos, adjetivos, etc.
O exemplo mais comum é o verbo escrever: ﻛﺘﺐ. Este verbo consiste em três consoantes [k], [t] e [b]. Pode sofrer mutação das seguintes formas:
ﻛﺘﺐ – kataba – escrever
ﻛﺘﺎب – kitāb – livro
ﻛﺘﺐ – kutub – livros
ﻣﻜﺘﺐ – maktab – escritorio. biblioteca
etc.


Embora a princípio haja tantas dessas mutações que podem parecer completamente irregulares, elas são, de fato, notavelmente regulares. Quando você prestar atenção a formas de palavras e padrões de mutação, começará a poder dizer quais vogais fornecerá palavras que nunca viu antes, com base na analogia com outros padrões que você já conhece. Você pode nem sempre acertar, mas você estará no estádio. Esta é uma das razões pelas quais nosso mapa do árabe será tão incrível: tudo é apresentado agrupado de acordo com o padrão, para que você possa ter uma noção rápida de toda a linguagem e de como ela funciona.
Tudo começa com o abjad - não com o alfabeto - e com a aprendizagem de uma nova maneira de pensar sobre leitura e escrita baseada em padrões de consoantes.

Cris Freitas





Um comentário:

Atenção!
Todo comentário é lido antes de ser publicado.