Páginas

DUAS NOVAS PIRÂMIDES ABERTAS PARA O PÚBLICO EM 2019 NO EGITO


Depois de 84 anos, a pirâmide dobrada de Dahshour se abre para os visitantes


Essa de matéria é do Jornal Egyptian Street de 14 de julho de 2019.





Em um movimento mais amplo para impulsionar o turismo para vários sítios arqueológicos do Egito, o ministério de antiguidades abriu a pirâmide dobrada do antigo governante do reino Senefru em Dashour ao público.

A tendência foi fechada para grandes desenvolvimentos e reformas; é a primeira vez que se abre aos visitantes desde 1965, segundo o ministro das Antiguidades, Khaled El Enani.


A pirâmide, um dos principais destaques de Dahshour, está registrada na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO. Afetivamente, recebeu o nome da súbita mudança de inclinação, a meio caminho da construção.

Era para parecer com os seus homólogos do norte em Giza, no entanto, a instabilidade da pirâmide sofreu quando estava sendo construída em argila siltosa, assim seu ângulo mudou de 54 graus para 43.







A pirâmide, destinada a ser o local de sepultamento do fundador da quarta dinastia, o Rei Senefreu, reflete uma importante etapa do desenvolvimento da construção das tumbas reais. Seguindo a pirâmide de degraus de Djoser, pretendia-se que fosse a primeira pirâmide "verdadeira" em forma perfeitamente triangular.

Em termos de trabalho de renovação, o secretário do Conselho Supremo de Antiguidades, Mostafa Waziri, revelou que o trabalho de restauração dentro da pirâmide incluiu a instalação de um sistema de iluminação, uma passarela para os visitantes e a consolidação da estrutura interna.

O ministro também anunciou uma nova descoberta arqueológica realizada por uma missão arqueológica egípcia que tem escavado a sudeste da pirâmide de Amenhotep II. A missão foi capaz de desenterrar um número de caixões de madeira, alguns dos quais ainda mantêm múmias, bem como cerâmica e ferramentas.
















Pirâmide 'Lahun' de Fayoum Mudbrick aberta ao público em junho de 2019.




A única pirâmide do Médio Império do Egito, a pirâmide Lahun de Senusret II, localizada em Fayoum, também foi oficialmente aberta ao público no final de junho.

As pirâmides são consideradas uma das maiores atrações do Egito, com milhões de turistas que visitam o país todos os anos para ver os de Gizé e a pirâmide de degraus de Djoser em Saqqara. Como tal, sub-ramos históricos e arqueológicos do turismo são considerados essenciais para a indústria como um todo, com o turismo respondendo por quase 12% do PIB do país em 2018.

pirâmide Lahun de Senusret II



A única pirâmide do Médio Império do Egito, a pirâmide Lahun de Senusret II, localizada em Fayoum, está oficialmente aberta ao público.

Notícias da inauguração da pirâmide recentemente restaurada para os visitantes, bem como a descoberta de dois túmulos perto dela e a conclusão da restauração da mesquita Khond Aslabay, foram anunciadas pelo ministro das Antiguidades, Khaled El Enany, mês passado.


A estrutura pouco conhecida, tornada única através da sua construção em tijolo de barro como é vulgarmente conhecida por pirâmides mais antigas, foi limpa de detritos no interior, nomeadamente na câmara funerária e nos corredores.

O trabalho de restauração na pirâmide de 4000 anos também incluiu a instalação de escadas de madeira na sua entrada, um novo sistema de iluminação, bem como painéis de orientação.


El Enany e o Supremo Conselho de Antiguidades também anunciaram a descoberta de tumbas do Império Romano e Médio.











De acordo com um comunicado divulgado pelo Ministério de Antiguidades, os objetos descobertos foram encontrados dentro de um dos túmulos do Império do Meio localizados no lado sul da pirâmide de Lahun.

O primeiro continha uma variedade de máscaras funerárias, uma caixa de couro sintético pertencente a uma criança e frutas, juntamente com amuletos.











Entre as descobertas, por uma missão exclusivamente egípcia por trás da descoberta, havia uma múmia embrulhada.


Embora as pirâmides de Gizé sejam as mais conhecidas e estudos, fontes oficiais estimam que o país identificou entre 120 e 130 pirâmides.

A idade de construção da “pirâmide” de ouro é historicamente considerada o Reino Antigo, no entanto, as estruturas funerárias também foram construídas durante o Império do Oriente em homenagem às tradições de construção de pirâmides das dinastias quatro a seis.

As pirâmides são consideradas uma das maiores atrações do Egito, com milhões de turistas que visitam o país todos os anos para ver as de Gizé e a pirâmide de degraus de Djoser em Saqqara. Como tal, sub-ramos históricos e arqueológicos do turismo são considerados essenciais para a indústria como um todo, com o turismo respondendo por quase 12% do PIB do país em 2018.





Traduzido por Cris Freitas nos Emirados Arabes Unidos
Espero que tenha e gostado para fazer bom uso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção!
Todo comentário é lido antes de ser publicado.

LEIA MAIS ARTIGOS